Criadores de site

Alternativas ao WordPress 10 opções para você criar um site facilmente

Paula MedeirosRaphaël Damain

Por Paula & Raphaël

wordpress alternatives

A Tooltester existe graças ao apoio de leitores como você. Nós podemos ganhar uma comissão de afiliados pela sua compra através de nossos links, o que nos permite continuar a fazer nossas análises e pesquisa de forma gratuita.

O WordPress conta com milhões de fãs por aí. E o motivo é bem claro: ele traz uma grande variedade de temas e plugins, é flexível e relativamente fácil de usar. É por isso que ele é o escolhido de cerca de 43% de todos os sites que existem. Mas nem tudo são flores.

A plataforma gratuita de código aberto WordPress.org não é para todo mundo, pois embora tenha muito a oferecer, também tem seus lados negativos. Neste artigo, vamos falar sobre os casos nos quais um site WordPress pode não ser a solução ideal e, claro, sugerir algumas ótimas ferramentas alternativas para você criar um site facilmente.

As 10 melhores alternativas ao WordPress

Esta é a nossa lista de criadores de site que achamos ser alternativas particularmente úteis ao WordPress:

1. Wix: os designs mais flexíveis

Apesar de o WordPress oferecer uma variedade incrivelmente ampla de designs, ter que ajustá-los para corresponder às nossas necessidades específicas exige um grande (e entediante) trabalho de personalização do código.

Criar um site com a Wix é bem diferente. Você move os elementos a partir de um clique do mouse, colocando-os onde preferir na página. Todos os planos Wix (mesmo o grátis) vêm com as mesmas opções de design para você escolher. Como regra geral, criar sites com a Wix é uma excelente alternativa para sites menores.

Usar vídeos e animações como fundo de página não é nenhum problema com a Wix. Além disso, o criador de sites também manda bem no SEO. Para quem quer ter uma página de portfólio, em particular, as opções são bem boas, e de novo, nada difíceis de criar.

Além disso, a Wix tem um App Market recheado de aplicativos para negócios específicos, que você pode adicionar facilmente ao seu site (por exemplo, aplicativos para hotéis ou restaurantes). Eles podem facilitar a sua vida se você fizer parte de um desses setores.

A Wix também oferece suporte por e-mail, telefone e e chat ao vivo – uma ajuda completa e bem útil para iniciantes.

Infelizmente, há um porém importante de ressaltar: com o editor da Wix, você não pode migrar para um template completamente novo depois de ter escolhido um inicialmente, e também terá acesso limitado aos arquivos-fonte. Além disso, em comparação com o WordPress, você não terá muito o que fazer para otimizar a velocidade de carregamento do seu site.

Caso queira saber mais, temos um artigo de comparação Wix ou WordPress detalhado.

Prós da Wix

  • Facilidade de uso: muito mais fácil de configurar e usar do que o WordPress. Hospedagem, nome de domínio e suporte estão incluídos até no plano grátis;
  • Suporte: ao contrário do WordPress.org, a Wix oferece suporte ao cliente, incluindo por telefone;
  • SEO: a Wix está muito bem equipada quando se trata de SEO e te dá chances de rankear muito bem no Google;
  • Backup e recuperação: a Wix tem um recurso integrado de backup e recuperação, ativado por padrão. Perfeito se você quiser voltar o seu site para uma versão anterior;
  • Temas: a Wix oferece um amplo leque de templates variados, modernos e totalmente grátis.
  • Preço: a Wix pode não ser a escolha mais barata em outros países, mas tem preços acessíveis (principalmente no Brasil). Ainda mais considerando que o plano Básico ($16/mês) é mais do que suficiente para a maioria dos pequenos projetos.

Contras da Wix

  • Sites grandes: enquanto você pode criar um site enorme com o WordPress, a Wix é melhor para sites que não excedam 50 páginas;
  • Blog limitado: o recurso de blog da Wix não é ruim, mas se ter um blog for um objetivo importante por aí, o Squarespace seria uma alternativa ao WordPress mais interessante;

Capturas de tela da Wix

 

> Leia a nossa análise da Wix completa aqui

> Teste a Wix de graça

2. Squarespace: melhor alternativa ao WordPress para blogueiros

O Squarespace é um criador de site super procurado por criativos. Os designs são bem elegantes e responsivos, o que significa que eles se ajustam automaticamente ao tamanho de diferentes telas e dispositivos, garantindo uma boa experiência a todos os visitantes.

Você pode importar o seu blog WordPress para o Squarespace, o que é uma opção bem legal. No geral, o blog do Squarespace é o mais poderoso entre as alternativas ao WordPress que listamos aqui. Ele também vem com todas as opções de SEO de que você precisa logo de cara. Não há necessidade de instalar nenhum plugin, como é o caso do WordPress. Entretanto, esteja ciente de que o Squarespace é mais difícil de usar do que plataformas como a Wix, Zyro ou o Weebly, por exemplo, por causa da sua interface complexa.

O lado negativo é a profundidade limitada da navegação (apenas dois níveis). O plano mais barato (Personal) custa $16, o que é até ok em comparação com outras ofertas concorrentes.

Squarespace

Prós do Squarespace

  • Facilidade de uso: mesmo que o Squarespace seja um pouco mais complicado do que um criador comum de sites, ainda assim é significativamente mais fácil do que o WordPress;
  • Blog: a plataforma de blogs do Squarespace é excelente. A única coisa que falta é um leque de plugins tão variado quanto o que o WordPress oferece;
  • Suporte: a nossa experiência com o suporte ao cliente do Squarespace sempre foi muito boa. O conteúdo deles de suporte e os tutoriais também sao ótimos;
  • Temas: os templates do Squarespace são todos gratuitos e bem estilosos.

Contras do Squarespace

  • Sites grandes: tal como com a Wix, não recomendamos o Squarespace para sites muito grandes (mais de 50 páginas);
  • Nenhum plano grátis: enquanto o WordPress pode ser usado inteiramente de graça, tudo o que o Squarespace tem a oferecer é um teste grátis;
  • Plugins: nada se compara aos plugins do WordPress. As extensões do Squarespace não proporcionam a mesma gama de funcionalidades;
  • Sites multilíngues: não é uma boa opção para sites com vários idiomas.

> Teste o Squarespace de graça

3. Webflow: uma alternativa para designers

Se o problema para você não for a complexidade do WordPress, mas sim sua limitação, então você talvez possa considerar o Webflow. O editor dessa ferramenta meio que lembra o Photoshop e inclui inúmeras opções de customização. Mas claro, isso significa que é um tanto difícil para iniciantes.

Afinal, é de grande ajuda entender um pouco sobre o código que o editor visual do Webflow gera. Seus templates são sensacionais e, depois que você pega o jeito, pode criar coisas incríveis com ele.

Além do plano grátis, que permite dois projetos, há planos pagos a partir de $12.

Prós do Webflow

  • Opções de design: se design for o seu forte, você vai adorar o editor do Webflow. O acesso é fácil a todas as opções de estilização;
  • Trabalho do cliente: graças ao Plano de Conta você pode cobrar seus clientes diretamente pelo Webflow;
  • Documentação: a Webflow University é o lugar para aprender tudo relacionado ao Webflow, de graça;
  • Velocidade de carregamento e tempo de atividade: o Webflow permite otimizar facilmente a sua velocidade de carregamento e garante um excelente tempo de atividade: 99,99%.

Contras do Webflow

  • Idioma: a interface não está disponível em português;
  • Complexidade: a fama do Webflow com certeza não vem da facilidade de uso – afinal, é meio complexo;
  • Preços: os preços do Webflow são bastante confusos, pois há uma grande variedade de níveis;
  • Blog: embora seja possível criar um blog, este não é o processo mais simples.

> Saiba mais na nossa análise do Webflow (em inglês).

> Teste o Webflow de graça

4. Zyro: brilhando no nosso radar

O Zyro é um nome relativamente novo no mundo da criação de sites, mas chegou oferecendo muitos recursos que até seus concorrentes mais estabelecidos (como WordPress) não oferecem. Para começar, o seu conjunto de ferramentas IA (inteligência artificial) é vasto e gratuito, incluindo criador de sites automático, criador de conteúdo e criador de logotipos. Pode ser uma bela ajuda para pequenos negócios ficarem online rapidamente.

Zyro

De quebra, o maior atrativo do Zyro são os seus preços bastante acessíveis, a partir de $3.29. Sendo assim, se você só estiver em busca de ter um site relativamente simples e se preocupa com as dificuldades e os custos acumulativos de um site WordPress, o Zyro é uma ótima opção descomplicada que vale realmente a pena explorar.

Prós do Zyro

  • Facilidade de uso: com um editor intuitivo e mais de 100 templates prontos para o uso, você pode colocar um site Zyro no ar muito mais rapidamente do que com o WordPress;
  • Preços: o Zyro oferece dois planos com preços acessíveis, proporcionando ótimo custo-benefício e uma maneira mais previsível de administrar custos;
  • Sites multilíngues: ao contrário do WordPress, plugins não são necessários para adicionar idiomas ao seu site. Tudo é gerenciado dentro do backend do Zyro;
  • Ferramentas IA: elas são especialmente úteis para pequenas empresas que precisam de um pouco de ajuda com a imagem de marca e o design. Embora o produto final nem sempre seja perfeito, com certeza é um bom ponto de partida. Ainda não encontramos outro criador de site ou CMS que disponibilize a mesma gama de serviços.

Contras do Zyro

  • Faltam recursos avançados: sem uma loja de aplicativos e integrações, a capacidade de melhorar a funcionalidade de seu site é limitada. Por exemplo, não é possível adicionar páginas protegidas por senha ou áreas de membros (o que você pode fazer com o WordPress). Assim, recomendamos o Zyro apenas para sites mais simples e pequenos negócios;
  • Blogs: o blog do Zyro tem poucos recursos e simplesmente nem se compara com os poderosos recursos de blog do WordPress;
  • Inadequado para sites grandes: com navegação restrita a um subnível e um limite de 500 produtos no plano de e-commerce, o Zyro se adequa somente a sites menores.

Captura de tela do Zyro

> Saiba mais na nossa análise do Zyro

> Teste o Zyro de graça

5. Weebly: extremamente fácil

O Weebly é um criador de site muito intuitivo que já foi usado para criar mais de 50 milhões de sites até hoje. Ele é uma ótima opção, especialmente se você estiver procurando algo gratuito. Mas tenha em mente que o plano grátis vai exibir um anúncio Weebly no rodapé do seu site. Os domínios individuais podem ser usados a partir do plano Connect, por $6/mês.

Os recursos de blog são bem flexíveis e esse é o ponto forte da ferramenta: você pode criar diversos layouts e usar todos os ótimos elementos disponíveis (por exemplo, galerias, formulários de contato…), além de ter diversos recursos de blog importantes garantidos (como tags, categorias, comentários, integrações etc.). Ele também inclui um reprodutor de vídeo e áudio (apenas no plano Pro).

Uma desvantagem considerável, porém, é que a empresa-mãe do Weebly, a Square, não parece mais atualizar muito a ferramenta e isso pode significar que ela fique cada vez mais defasada.

Prós do Weebly

  • Muito fácil: graças à funcionalidade de arrastar-soltar quase perfeita.
  • Rico em recursos: todas as funcionalidades importantes estão lá. Blogs, áreas para membros, temas responsivos, análises, etc.

Contras do Weebly

  • Sem desenvolvimento: infelizmente, o criador de sites da Weebly está completamente estagnado. Nenhum recurso importante foi acrescentado nos últimos anos.
  • Escolha de temas: os designs do Weebly não parecem nada demais, não há muita escolha e eles não estão trazendo nada de novo.
  • Sites multilíngues: como o Squarespace, o Weebly não é a ferramenta certa para criar um site multilíngue.

Weebly

> Veja a nossa análise completa aqui

> Teste o Weebly de graça

6. Jimdo: o criador de site IA para iniciantes

Criar um site com o Jimdo é uma boa escolha se você estiver procurando por um criador de site inteligente. Mais de 20 milhões de sites já foram criados com o Jimdo e há um plano básico grátis que você pode testar. Os planos pagos incluem não só o editor, mas também imagens, conteúdo e uma loja virtual simples.

Entretanto, você tem que estar ciente de que o Jimdo não vem com tantos recursos quanto outros criadores de site.

Se você for fã do WordPress, os templates não muito flexíveis do Jimdo e a falta de um recurso de blog vão te decepcionar. O Jimdo foi realmente feito para iniciantes que querem ter o seu site no ar o mais rápido possível e não se importam muito em ter certos recursos nem buscam um visual específico para o site.

Prós do Jimdo

  • Assistente de IA: o Jimdo cria um site personalizado em minutos usando imagens das suas contas no Instagram e no Google My Business;
  • Designs: os designs dos componentes essenciais que o Jimdo usa geralmente têm um visual legal;
  • Totalmente responsivo e rápido: o criador de site do Jimdo funciona em dispositivos móveis e os sites que gera são mobile-friendly.

Contras do Jimdo

  • Não disponível em português
  • Em termos de recursos o Jimdo é o candidato mais fraco: sem plataforma de blog, sem sites multilíngues, formulário de contato limitado e sem possibilidade de adicionar aplicativos externos;
  • SEO: o Jimdo não é satisfatório em termos de otimização para mecanismos de busca;
  • Limites de página: o plano premium mais barato do Jimdo (START) inclui só até 10 subpáginas.

Jimdo

> Teste o Jimdo de graça

7. Joomla: complexo, mas poderoso

Se você acha o WordPress muito complicado, você não viu nada. Ou melhor, não viu O CMS Joomla!

A ferramenta tem alguns recursos bem bacanas embutidos, e o mais importante, gerenciamento de páginas multilíngues – mas olha… é complicado! Enquanto o WordPress às vezes pode chegar a parecer um criador de sites para iniciantes, o Joomla! deixa claro se tratar de uma ferramenta bem mais complexa.

Vendo por um ângulo mais positivo, no geral é uma plataforma muito mais segura do que o WordPress, isso porque os hackers preferem a plataforma maior. O Joomla! também tem autenticação de 2 fatores integrada, o que dificulta muito mais a entrada de visitantes não autorizados no seu site.

Joomla

Prós do Joomla

  • Tem mais recursos embutidos e é mais seguro (autenticação de 2 fatores, sites multilíngues);
  • Mais focado em sites do que o WordPress, que começou como um blog.

Contras do Joomla

  • Não disponível em português;
  • Menos plugins, temas e desenvolvedores disponíveis;
  • De modo geral é mais difícil de usar.

8. Webnode: boa escolha para sites multilíngues

Eis um software particularmente interessante se você estiver procurando por um criador de sites multilíngue. Afinal, é um recurso que poucos provedores oferecem.

O WordPress foi projetado como uma ferramenta para dar conta de apenas um idioma, embora existam plugins que permitem adicionar traduções ao seu site. Mas a questão é: se você já sabe que vai publicar em mais de um idioma, a Webnode pode ser uma ótima alternativa ao WordPress para você.

Precisamos dizer, no entanto, que o blog da Webnode não se compara ao do WordPress, infelizmente. Ele é bem básico e não tem recursos importantes como categorias ou tags. Além disso, os comentários têm uma configuração limitada (só podem ser exibidos pelo recurso de comentários do Facebook).

Prós da Webnode

  • Facilidade de uso: é muito mais fácil de usar do que o WordPress;
  • Acessível: o plano mais barato com uso de nome de domínio personalizado começa em 3 euros/mês;
  • Recurso de backup e recuperação: a Webnode tem esta funcionalidade prática integrada.

Contras da Webnode

  • Menos flexibilidade do que o WordPress;
  • Recurso de blog muito mais fraco;
  • Nenhuma loja de aplicativos ou plugin disponível.

> Veja mais na nossa análise da Webnode

> Teste a Webnode de graça

9. Site123: bom e barato?

Este criador de site chega no ringue com alguns recursos interessantes. E muitos deles são até gratuitos! Você tem a opção de criar um site One-Page (“página única” – bem popular para sites menores) ou um site clássico com várias páginas. Você tem acesso total aos recursos de SEO e o suporte está lá para ajudá-lo se ficar perdido.

A versão premium do Site123 começa em US$ 10,80 por mês e inclui um site sem anúncios com o seu próprio nome de domínio personalizado (grátis durante o 1º ano). Nos planos Advanced (e superior) você também pode criar sites multilíngues, adicionar e-commerce e enviar e-mails em massa.

Site123

> Teste o Site123 de graça

E quanto ao e-commerce? – Melhores alternativas ao WooCommerce

O WooCommerce é o plugin de e-commerce mais usado por quem tem um site WordPress. Ele converte o seu site em uma verdadeira loja virtual. Mas é bem óbvio que criar, manter e atualizar a sua loja virtual assim vai demandar conhecimento técnico.

É verdade que todas as ferramentas mencionadas acima (por exemplo, o Squarespace ou a Wix) também possibilitam criar facilmente uma loja virtual. Entretanto, elas não são as melhores soluções para projetos realmente maiores de e-commerce.

Portanto se você estiver procurando uma solução mais avançada, que possa realmente se comparar ao WooCommerce, trazemos duas boas opções. E como você pode ver abaixo, o Shopify é o queridinho.

Google Trends Shopify vs BigCommerce vs WooCommerce

Fonte: Google Trends

11. Shopify: o criador de lojas poderoso e descomplicado

Querendo uma alternativa ao WooCommerce que seja mais fácil de usar? O Shopify é, pela nossa experiência, o criador de loja mais fácil que há por aí para grandes projetos. Ele oferece designs bonitos e responsivos, que farão sua loja ter uma bela aparência em qualquer dispositivo. Também há uma grande e ativa comunidade de usuários, parceiros e desenvolvedores.

Não faltam recursos nesse criador de e-commerce. Você poderá criar variedades de produtos, gerenciar impostos e remessas de forma eficaz e até mesmo expandir as capacidades do Shopify pela App Store.

Embora seja uma solução realmente boa, precisamos dizer que também há alguns inconvenientes. Para começar, o Shopify cobra em dólares e isso pode sair bem caro. Além disso, trabalhar com múltiplas moedas não é tão simples. A menos que você possa usar o Shopify Payments como seu processador de pagamento padrão (opção indisponível em países como Brasil ou Portugal), o Shopify cobrará uma taxa de transação (0,5% – 2%) para cada venda (online ou offline) que você processar.

> Saiba mais na nossa análise do Shopify.

> Teste o Shopify de graça

Quando não usar o WordPress como seu CMS?

Editar um site com a plataforma WordPress é bastante simples, mesmo para iniciantes. Mas e quanto ao processo de instalação? Se você não tiver muitos conhecimentos técnicos, poderá ter problemas, apesar da propaganda deles sobre a famosa instalação em 5 minutos. Nem todos sabem ou tampouco querem saber como funciona um cliente FTP ou como configurar um.

Hoje em dia, mesmo as empresas de hospedagem mais simples e baratas geralmente oferecem uma instalação WordPress com apenas um clique. Mas sendo realista, em algum momento o assunto vai ficar técnico: um dos seus plugins ou temas muito provavelmente irá eventualmente colidir com uma atualização do WordPress.

Porém, e não podemos frisar isso o suficiente, apesar de ser comum entre os usuários do WP ignorar as atualizações, esta é uma prática perigosa: aumenta o risco de hackers terem acesso ao seu site. Afinal de contas, quando algo é tão popular quanto o WordPress, o sistema também vira um alvo para criminosos.

Nós, na Tooltester, também usamos o WordPress como nosso CMS (Content Management System), embora no início tenhamos usado um criador de sites. Consequentemente, contratamos um desenvolvedor WP para garantir a manutenção técnica adequada e fazer verificações regulares de segurança.

WordPress editor

Captura de tela do editor do WordPress

Agora também não quero fingir que não há casos em que o WordPress seja a única opção real, porque isso também existe. É o caso, por exemplo, se você pretende administrar um site com um banco de dados pesquisável para ofertas de imóveis. Ele também é uma ótima escolha para se criaruma área de membros complexa. Encontre dicas sobre soluções para o WordPress no nosso Guia para Iniciantes em WordPress.

Se você realmente quer usar o WordPress e não deseja ficar preso a todas essas questões técnicas, o WordPress.com pode ser a solução. O WordPress.com é a versão hospedada do software. Ele funciona muito mais como um criador de sites e é mais fácil de gerenciar. Mas confira bem os lados positivos e negativos, pois pode sair bem caro se você precisar de recursos avançados e plugins. E certifique-se de entender as diferenças entre um criador de site e um CMS.

A principal diferença entre o WordPress e um criador de sites
Imagine que você deixe o seu site parado por um ano, sem nunca editar o conteúdo. Pois bem, após esse ano, a versão do CMS WordPress.org já será antiga e provavelmente bem suscetível a hacking. Por outro lado, a maioria dos criadores de site, funciona de outra forma: são silenciosamente atualizados de forma automática, e tudo é resolvido nos bastidores pelo próprio provedor. Desde que a sua senha seja segura, você não tem quase nada a temer. Bem diferente!

Mas como um criador de site funciona exatamente?

Criadores de sites se tornaram ferramentas poderosas e populares nos últimos anos. Eles se concentram principalmente em providenciar acesso à criação de sites básicos, com ou sem blog. A maioria deles também permite adicionar recursos de e-commerce de uma forma intuitiva e visual.Uma das vantagens é o conceito de ter tudo num único lugar: hospedagem, domínio e editor de criar site – tudo oferecido pelo mesmo provedor.

Criar um site com um criador de sites geralmente exige o seguinte passo a passo:

  1. Cadastrar-se para uma conta gratuita ou uma conta de teste
  2. Escolher um design que você gosta
  3. Personalizar o conteúdo do seu site como quiser

Em outras palavras: você não precisa instalar nenhum software no seu computador (muito menos em um servidor na web) e também não precisa configurar um cliente FTP. Você pode registrar o seu nome de domínio personalizado pelo mesmo provedor que oferece o criador de site, ou exportar.

E o fato de que os criadores de site oferecem suporte individual é particularmente bom para iniciantes. Isto significa que você não precisa ir e investigar fóruns e buscar respostas por conta própria para encontrar soluções para qualquer dúvida ou potencial problema. Basta entrar em contato com a plataforma.

Além disso, as ferramentas em si costumam ser bem fáceis de usar. Você vê o resultado imediatamente porque está trabalhando no próprio site. Isso é algo bem diferente no WordPress, no qual você usa um editor abstrato. Os criadores de site mostram o resultado em tempo real.

> Os melhores sites pra começar um blog de graça

Alternativas ao WordPress: conclusão

O WordPress (e o WooCommerce) é seguramente uma boa plataforma e a escolha certa para muitos usuários: o potencial de escalabilidade é excelente e o número de recursos e extensões é impressionante. Por outro lado, os iniciantes terão dificuldade para configurar tudo sem problemas. A não ser, é claro, que tenham contratem ajuda externa para configurar o popular CMS.

Mesmo que você não tenha muito interesse por tecnologia, não precisa ficar sem um site próprio, como deu para perceber. Criadores de site como a Wix, o Webnode ou o Zyro, são fáceis de usar e oferecem um leque vasto de vantagens, mas é importante pesquisar e escolher o provedor certo.

Lembre-se que mudar de provedor é difícil depois que o seu site já estiver no ar, porque cada plataforma usa o seu próprio sistema, e esses sistemas geralmente não são compatíveis entre si.

Uma vez encontrado o provedor certo, você pode começar a se concentrar em explorar a ferramenta e gerar conteúdo. Simples assim. Qualquer problema técnico será tratado pelo suporte da plataforma.

Não é assim que deveria ser sempre, afinal?

> Compare rapidamente os criadores de site aqui

> Clique neste link para ler mais sobre como criar uma loja virtual

 

Paula Medeiros

Gerente de Conteúdo

Oi! Eu sou a Paula Medeiros, uma apaixonada por livros e por tecnologia. Depois de quebrar a cabeça em busca das melhores ferramentas para os meus próprios projetos, hoje tenho a oportunidade aqui na Tooltester de criar conteúdo para ajudar muitas outras pessoas, como você. Se tiver qualquer dúvida, é só falar nos comentários!

Raphaël Damain

Gerente de Conteúdo

Bonjour! Depois de me graduar com um mestrado em Gestão na Grenoble Ecole de Commerce, trabalhei no setor bancário, de varejo e com empresas B2B. Em 2014, me mudei para a Espanha e entrei numa agência de marketing. Também criei um canal no YouTube, atualmente com mais de 18k inscritos. Depois de mais 8 anos de experiência com criação de conteúdo, hoje eu ajudo pessoas a encontrarem as melhores ferramentas digitais que precisam para ter uma renda online. Vamos conversar sobre seu projeto nos comentários!

Saiba mais sobre nós

Mantemos nosso conteúdo atualizado

09 de setembro 2022: atualizações sobre o Zyro
29 de agosto 2022: novo vídeo Wix Análise

POR TRÁS DESSA ANÁLISE

Esse artigo foi pesquisado e escrito por nosso time expert de tooltesters, a partir de uma metodologia específica.

Metodologia Tooltester

Comentários e Perguntas